Home » Livros » Operação Buraco de Minhoca (Editora DCL, 2008, 174 páginas)

Um buraco de minhoca pode ser a salvação do mundo! Estamos em 2192, e o planeta Terra está praticamente destruído. A única esperança é o Projeto Arca de Noé, idealizado por um milionário chinês, que pretende fundar uma nova humanidade num planeta distante.

Catorze jovens cuidadosamente preparados serão a semente dessa nova era no planeta Épsilon Eridani H, mas acontecimentos inesperados trazem algumas mudanças de planos.

É aí que entra a Operação Buraco de Minhoca, uma desesperada tentativa de salvar a vida no próprio planeta Terra.

Através de uma viagem ao passado utilizando a Ponte de Einstein-Rosen (vulgarmente conhecida como “buraco de minhoca” e que vem a ser um túnel do tempo cuja possibilidade teórica é amplamente aceita pelos cientistas), a protagonista Mira sai do século XXII para visitar o Brasil de 2007 e aqui acaba descobrindo que o segredo é cada um fazer a sua parte.

Este livro foi selecionado pelo Programa Mais Cultura, da Biblioteca Nacional/Governo Federal, para distribuição em todas as bibliotecas públicas e pontos de leitura do Brasil, e pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola 2011 (PNBE 2011), para distribuição nas escolas públicas federais, municipais e estaduais de todo o país.

Também foi recomendado pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

Clique aqui para comprar.  E leia a seguir um trecho do livro:

                    ¾ Acelere agora, Mira! ¾ exclamou Asterion, enquanto apertava botões e mais botões no painel de comando da Yan.

            ¾ Aceleração máxima! ¾ respondeu ela, empurrando o manete com as mãos firmes, apesar de sentir o coração saindo pela boca.

            Todos os outros estavam na sala de operações trabalhando freneticamente, menos Zaurak e Nashira, que se ocupavam de vigiar a porta do quarto do Sr. Cheng para impedir que ele descobrisse cedo demais o que realmente estava acontecendo.

            Foi quando um estrondo assombroso sacudiu a espaçonave inteira, e as luzes internas começaram a piscar, descontroladas.  Raios incandescentes como descargas elétricas riscavam a fuselagem da Yan e invadiam o interior da nave, refletindo-se pelas paredes e ofuscando a visão de seus ocupantes.  Por alguns segundos tudo estremeceu e balançou, como se estivesse num imenso liquidificador.

            É claro que o Sr. Cheng-Gong e a Sra. Zhu acordaram apavorados, saindo direto da cama para a sala de comando da nave.  Zaurak e Nashira foram correndo atrás deles, mas já sabiam que tudo tinha dado certo.  Eles não poderiam evitar o que já tinha mesmo acontecido.

            ¾ Atingimos a velocidade da luz! ¾ comemorou Asterion, aos gritos, bem na hora em que o chinês entrou na sala, horrorizado.

            Na fração de segundo seguinte, viram pela janela da Yan um clarão incrivelmente brilhante, que surgiu de repente na escuridão sideral, aproximando-se com uma rapidez indescritível.  E a nave acelerou direto ao encontro dele, comandada com segurança pela perícia de Asterion.

            ¾ Segurem-se todos! ¾ Mira berrou, na maior adrenalina.  ¾ Vamos entrar num buraco de minhoca!
 

A revista Ciência Hoje edição 251, de agosto de 2008, publicou a seguinte resenha sobre 'Operação Buraco de Minhoca', em sua coluna 'Na Estante':

Aos olhos de pesquisadores e especialistas no meio ambiente, o futuro guarda um cenário de caos e destruição, com desastres naturais e demais consequencias do aquecimento global.  A perspectiva pessimista apresenta um fim gradual da vida na Terra, a partir da poluição, falta de comida e água potável.  Mas será que tudo está perdido? No livro de ficção científica de Laura Bergallo, a solução está no projeto 'Arca de Noé', desenvolvido em 2192 d.C., uma época em que nós, seres humanos, já estaríamos à beira da extinção.  Para evitar o colapso da vida, o projeto propõe a fundação de uma nova humanidade, em um planeta fora do sistema solar.  O suesso do projeto está nas mãos de 14 jovens, escolhidos e preparados para representar os diferentes povos, como europeus, americanos, árabes e asiáticos.  Sete meninos e sete meninas aprenderam diversas línguas e as mais distintas disciplinas para construir novos alicerces de conhecimento.  Bergallo valoriza o diálogo e a conscientização a respeito do meio ambiente, levando seus personagens a uma aventura além dos temidos 'buracos de minhoca', fendas para uma viagem pelo tempo e pela história.

Recado da autora:

'Operação Buraco de Minhoca' é meu nono livro, e vem de uma preocupação com o futuro que não consigo deixar de ter.

E não falo do futuro próximo, tipo amanhã, ano que vem ou daqui a dez ou vinte anos. Falo de um futuro em que eu ou você não vamos mais estar por aqui, mas que tem que ser preservado para que outras pessoas possam viver depois de nós.

Afinal, sou carioca e brasileira, mas antes de tudo sou terráquea. E quero que a Terra continue (se possível para sempre) a ser esse lugar incrível, de paisagens de tirar o fôlego, com essa diversidade fantástica de bichos e plantas, cada um mais interessante que o outro. E que permaneça sendo um bom planeta para se morar, uma casa acolhedora, de clima amigável e solo fértil.

Vamos todos trabalhar para isso? Mira e os outros habitantes do futuro agradecem.

Voltar 

2018© Laura Bergallo Escritora   Desenvolvido por: Corbata